Star Trek Bridge Commander

[font=Garamond][size=150]
[center]Star Trek Bridge Commander[/align]

Star Trek Bridge Commander é um simulador de combate espacial, publicado pela Activision e Totally Games em 2002, com base no universo de Star Trek. O enredo gira em torno de um capitão(o jogado) recém-promovido, que é designado para investigar uma explosão de uma estrela no Maelstrom. Durante todo o mistério, o jogador muitas vezes encontra personagens do universo de Star Trek, incluindo o Capitão Picard e o Comandante Data . O capitão e sua tripulação assumem o comando da USS Dauntless (NCC-71879) uma nave da classe galaxy, e posteriormente a USS Sovereign (NCC-73811) para combater uma nova ameaça para a Federação.
O jogo permite dois estilos diferentes de jogo: o modo história e do modo de batalha rápida. Modo de batalha rápida permite o uso de cenários customizados dentro de um ambiente “simulado”, permitindo que o jogador escolha seus aliados / inimigos, sistema, etc. Com a popularização do jogo entre fãs, acabou surgindo mods com missões personalizadas e até mesmo campanhas totalmente desenvolvidas para o jogo.

[center]Ponte da USS Dauntless, após a morte do capitão, o primeiro oficial(jogador) é promovido a capitão e recebe o comando desta nave.[/align]

A maioria das funções do jogo são realizadas pela seleção de um oficial da ponte e selecionando a partir de um conjunto de comandos ou opções, a fim de controlar o conjunto do indivíduo de responsabilidades. Desta forma, o jogo simula estar no comando de uma nave estelar. Por exemplo, um jogador pode emitir o comando para interceptar uma nave em fuga através do menu Helm, ou ordenar ao Felix, o oficial tático para destruir uma nave inimiga.

Bridge Commander incorpora um modo de batalha rápida, que é uma simulação de combate que permite ao jogador controlar qualquer navio encontrado durante o curso do jogo. Há também uma seleção de sistemas que, em raras ocasiões, incorpora seus próprios riscos exclusivos. O modo multiplayer não é mais operada pela GameSpy , mas agora é hospedado por 333networks , permite um máximo de 8 jogadores através da internet para competir em um dos quatro modos; Deathmatch, Team Deathmatch, UFP vs não-UFP Deathmatch e Defender a Base Estelar.
Os jogadores também têm a opção de mudar para uma visão externa da nave, e realizar a pilotagem e os ataques. Neste ponto de vista, eles são capazes de ver vários indicadores táticos.

[center]USS Dauntles ataca uma base asteroide cardassiano.[/align]

Kobayashi Maru:

Kobayashi Maru é um dos mais amplos e utilizados mods de STBC, ele agrupa vários outros mods e acrescentas novas funcionalidades. Além das dezenas de novas naves que ele acrescenta, ele também traz novas pontes de comando, armas, mapas e o Simulador de Guerra. O Simulador de Guerra é a funcionalidade que tornou o mod um dos melhores, ele dá ao jogador a oportunidade de entrar na Guerra do Dominium, seja ao lado da Federação, Klingons, Dominiun, Romulanos, Borgs ou mesmo os Son’as. Com o simulador, o jogador é capaz de visitar dezenas de sistemas estelares, passar pela fenda espacial, lutar a Batalha da DS9, um ponto muito importante é que as viagens não são instantâneas, tudo depende da distância e da velocidade de dobra utilizada. Ainda no modo de Simulador de Guerra, ou Galaxy Charts War Simulator, o jogador pode acompanhar o ranking das raças mais poderosas, construir estações espaciais, expandir o valor econômico, tecnológico ou militar de um sistema, o jogador também pode fazer parte de uma frota para assim aumentar as suas chances de sucesso.
[/size][/font]

2002? Achava q fosse mais novo…

Não, ele já é antigo. Eu esqueci de dizer que tem um grupo de trekkers e fãs do jogo que estão desenvolvendo um Bridge Commander II, estão fazendo algum progresso.